segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Kill them with kindness


Happiest pic ever by Earth_Pics || https://twitter.com/Earth_Pics/status/331609366451089408/photo/1:

Nasci numa terra pequenina onde se dizia bom dia e boa tarde a toda a gente que se encontrava na rua (até às velhotas que espreitam à janela) sob pena de irem dizer à nossa mãe que somos umas mal-educadonas!

Gosto de dizer bom dia às pessoas. 
E gosto especialmente quando as pessoas aqui me respondem Bom dia, menina! (Aqui ninguém sabe o meu nome, lá na terra sou a Ana ou "A mais velha da Lela").

Mas também há por terras Bracarenses aquelas velhotas desconfiadas que, não me conhecendo de lado nenhum, nem conhecendo a minha mãe, ficam a olhar para mim incrédulas. Devem achar-me uma ave rara, uma chavala que ninguém conhece e que tem a desfaçatez de andar bem disposta de manhã, enquanto elas cumprem a tarefa du jour, que é invariavelmente varrer o passeio ou lavá-lo à magueirada! 
Ou então têm medo que lhes saque a vassoura ou a mangueira da mão! 
Com estas então sou super simpática, hei-de vencê-las com bondade e educação!

E assim que as conquistar explico-lhes a questão dos recursos hídricos... elas que me aguardem! 

Raça das velhas!
Está a chover, tá?!


*
*


segunda-feira, 10 de outubro de 2016

I want all the cookies!



Dizer que gosto de doces é aflorar o meu amor pelo açúcar com uma ligeireza admirável!
Gosto muito e já falei disso amiúde!
Gosto de todos e fico um bocadinho triste e desalentada quando vejo aquelas receitas de bolos com whey (chama-se soro de leite caraças!), com curgete, com leite de coco em vez de ovos, enfim, com coisas que nem imagino nem sei o nome, porque não fazem parte da minha despensa!
Embora não me imagine a comer bolos só com claras em castelo, stevia e farinha de aveia ou arroz (blhaarrghh!), há algumas coisas que sou quase forçada a fazer a bem da saúde e distensão abdominal. Como abriu recentemente a época das bolachas lá em casa, digamos que nos últimos dias comi umas quantas...
Pois que uma noite destas estava super mal disposta e com uma pança que quem dera muitas grávidas de seis meses!
Sendo assim, ontem fiz bolachinhas de canela e nozes com farinha integral! Sempre é melhor do que a farinha branca, refinadíssima.
Pensei que iam ficar mais secas, tipo farelo, porque também gamei um bocadinho na manteiga, mas não é que as sacanas das bolachas estão um luxo?!
Prevejo muita fornadas de bolachas integrais e quando um dia destes me der uma travadinha e gastar 3€ num quilo de farinha sem glúten, vai ser a loucura!!
Vou comer um quilo de bolachas!!
Vou fazer todos os bolos, e scones e panquecas e tuditudo!
Vai ser a loucura!

Pumbas!

*
*

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

É para aprenderes!


Me, jog?:


Ora bem, já disse várias vezes que apesar de gostar muito de exercício físico e de já ter experimentado quase tudo, não gosto de correr.
Eu não corro, não faço running (a não ser como o outro cujo desporto inevitável é running out of money!! - ai tão bom!!), nada disso. Não gosto de correr, pronto. 

Mas no outro dia cheguei muito cedo ao ginásio, os remos estavam todos ocupados com senhores de ar mauzão e resignei-me a caminhar na passadeira enquanto ouvia uma musiquinha. Pus-me a ouvir o último álbum da Sia e quando começou uma das minhas músicas favoritas - Alive - desatei a correr como uma maluca! Aviso já que para mim que não corro, correr como uma maluca é correr a 9,5km por hora, e já estava com inclinação de 2%!
Pois bem, corri durante a Alive e a Move Your Body, num total de cerca de oito minutos e meio... Depois achei que já era um abuso e parei.
Vamos chamar-lhe insanidade temporária!
A pessoa perde ali um bocadinho o norte, mas depois chega a um ponto em que acaba por ganhar juízo!




...

Como explicar o que senti no dia seguinte? 
Doía-me tudo! Até a raiz dos cabelos! 
As pernas, os tornozelos, os pés, os mindinhos!! As ancas, as costas, TUDO!

Corri oito minutos e no dia a seguir só me apetecia cortar os pulsos. 
Já sei que há quem adore, quem corra todos os dias porque faz bem ao corpo e à cabeça, mas nós não precisamos de gostar todos do mesmo. Não podemos gostar todos do mesmo.
Eu detesto correr! 
E só se aparecer por aí uma invasão de zombies é que me apanham a correr outra vez.

:)


A seguir fui fazer a aula de Body Balance, que foi para isso que fui ao ginásio. E este BodyBalance74 está de morrer! Em bem! 
Assim, sim, vale a pena!


*
*