segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Ternura

Imagem relacionada

Podia dizer que sou emotiva, que é uma palavra bonita, mas a verdade é que sou piegas, muito piegas. Sou de lágrima fácil, qualquer coisa me comove. Uma música, uma frase, um poema, um filme, até os anúncios do Skip, valha-me Deus. 
Mas nada, nada neste mundo me comove mais do que a ternura, as demonstrações de ternura. 
Estremeço de emoção quando vejo a bondade e generosidade dos gestos de ternura.
Há poucos sentimentos mais nobres e mais completos do que a ternura.
Às vezes basta um «Anda cá», um «Vai passar» ou um abraço mudo. 

Até a palavra é bonita: ternura.

*
*

Sem comentários: