sexta-feira

Tempestades e monções!

Amazing Lightning:

Então, desde que me lembro de ser gente que tenho medo de trovões. Gosto imenso de tempestades, de relâmpagos (pelo menos quando estou abrigada e quentinha em casa), mas os trovões assustam-me. Não me sinto confortável com o ribombar, acho sempre que são mais violentos do que os relâmpagos, só porque fazem mais barulho.
Acho que já comentei que como ando muito farta de calor estou a ouvir alguns álbuns de sons da natureza, nomeadamente de chuvas e monções. (Um pequeno aparte: claro que enquanto estou a ouvir a chuva a cair copiosamente me imagino numa maravilhosa casa de pedra e troncos de madeira, com folhagem tropical a toda a volta, o mar lá ao fundo, uma piscina de pedra natural no jardim, vidraças imensas viradas para a paisagem e, do lado de dentro, uma casa quentinha, uma lareira gigante, como a da minha avó, os gatitos ao colo, chão de madeira e o frigorífico cheio de comidinha reconfortante. Não pensavam que me imaginava a trabalhar, pois não?!)

Pois, como eu dizia, agora que ando a ouvir as tempestades tropicais, os trovões são uma presença constante. E não é que não me faz impressão?
Até lhes acho um certo ritmo, alguma graça?
Isto é muito giro, muito bom.
E abafa as vozes todas, os telefonemas, enfim a vida laboral que me rodeia.
O que também não é mau.

*
*


Sem comentários: