sexta-feira

Duas constatações e uma dúvida inquietante

Poster Collectives by med ness, via Behance:



Duas constatações:
Vivo em Braga.
Em Braga chove durante 250 dias por ano (num ano bom!)

Uma dúvida inquietante:
Por que raio andam sempre as velhotas a lavar a estrada à mangueirada?

...

Sou pessoa de poupar recursos. Gosto de poupar eletricidade, gás, água. Cá em casa não há luzes acesas desnecessariamente, a temperatura do esquentador está regulada e nem sequer os dentes lavo com água corrente. Lavo a cara e as mãos com água fria porque (o frio conserva e) a água quente demora demasiado tempo a chegar às torneiras e é um desperdício deixar a torneira a correr enquanto espero pelo quentinho. 
É uma mania cá minha, pronto!

Por isso, fico piurça, quase com urticária, às vezes chegam a rebentar-me umas bolhinhas nas meninges quando me cruzo com as velhotas de mangueira em punho a lavar o passeio em frente ao portão de casa, a lavar o próprio do alcatrão, a calçada, as paredes ou os muros do jardim!
Ele é estrada, são paredes, estores, azulejos, VAI TUDO A EITO!!
Porquê, meu deus, porquê?! 

Eu bem olho para elas com a  minha expressão mais fulminante, furiosa e outras coisas começadas por F, mas parece que não intimido ninguém! 
Não percebo!

Não à lavagem desenfreada das estradas e muros da cidade! 
Tarda nada vai chover! Não é preciso.
A sério que não!

*
*

Sem comentários: