quarta-feira

Vai correr bem!

Pressure Makes Diamonds by Laura Flowerday - Truth:

Depois de uma estafa grande de trabalho que durou quase dois meses, estou mais liberta e com as coisas organizadas.
O esforço foi propositado, além dos prazos para cumprir, queria estar agora mais disponível para o Nuno, que tem umas semanas infernais pela frente e precisa de apoio cá em casa! Um dia é da caça, outro é do caçador. 
Sempre fomos assim, um a segurar as pontas do outro, a servir de ligação à terra quando as coisas tentam levar-nos numa fúria de vento. Funciona bem, esta simbiose. Não há ninguém com quem goste tanto de partilhar todas as coisas da vida, das mais parvas às mais importantes, passando pelas absolutamente idiotas e pelas inquestionavelmente fundamentais.
Ele é rijo e encara tudo com responsabilidade, com um sorriso e com a dose certa de boa disposição e estupidez natural!
Mas mesmo assim, para mim é difícil senti-lo preocupado, stressado, a dormir menos do que devia e com menos sossego. Já sei que é uma fase, daqui a um mês já nem nos lembramos, mas se pudesse ficava com o desassossego todo dele. Não me importava de andar mais um mês a bulir a mil à hora, a fazer contas de cabeça às dezenas de coisas que há para fazer e a tentar encaixar tudo nas minúsculas 24 horas do dia.
Eu sei que sou pequenita, mas tenho muito mais força do que pensava há uns tempos e aguento-me a quase tudo! Claro que o Nuno também se aguenta a isto e a muito mais, porque é um miúdo como deve ser, competente e perfecionista e esta fase de trabalho por muito trabalhosa que seja também tem a sua piada, é um desafio extraordinário, mas se fosse eu a mandar preferia vê-lo descontraído e sereno. 
Acho que é mesmo assim, não é? Quando gostamos muito de alguém queremos que esteja sempre o melhor possível. Que as coisas não pesem, que a a vida seja ligeira e «cauminha»!


Daqui a um mês já nem nos lembramos!

*
*


Sem comentários: