terça-feira

Provavelmente não

This quote describes a part of me because it touches on how everyone sins and people should acknowledge it. Knowing that at some point, everyone has sinned, everyone has made a mistake, then, you can accept that the mistakes themselves can be different. This describes me because I like to think that I am generally very accepting of people with different lifestyles and try to keep an open mind.:



Todos os anos estabeleço alguns objetivos que gostava de cumprir, senão inteiramente durante aquele ano,procuro pelo menos começar o caminho para lá chegar. É assim uma espécie de "trabalhos em curso", qualquer coisa que se vai aperfeiçoando com o tempo e que, como todas as coisas que valem a pena, custa um bocadinho a atingir e depois, a interiorizar.
Tenho pensado muito na facilidade com que julgo as outras pessoas, as situações, às vezes até ideias que não me dizem nada. Sou tão rápida a fazer juízos de valor quando não estou envolvida nas coisas que, francamente me assusta. E envergonha. É tão fácil pensar que "se fosse eu", "como é possível?", "eu nunca!" ou "deus me livre"! É tão fácil e tão injusto, tão falacioso.
Já disse muitas vezes que com todos os defeitos que tenho, sou hoje uma pessoa mil vezes melhor do que era há 20 anos, quando era novinha e achava que tinha o mundo na mão, que tudo se vergava à minha vontade. Entretanto vivi um bocadinho, bati algumas vezes com a cabeça na parede, caiu-me muita coisa em cima, aprendi muito. Ainda assim, tenho tanto para melhorar.

Este é um dos meus objetivos para os próximos anos: Pensar melhor antes de fazer juízos de valor. Tentar não cair no erro de achar que se fosse eu faria tudo melhor.
Porque provavelmente não faria.

*
*

Sem comentários: