quinta-feira

Telemóvel-less

seriously my phone is broken!!! ugh.. and this is the only way i can tell my boyfriend





Estou há uma semana sem telefone, por causa da minha saga com as operadoras de televisão e etc e tal.
É estranho só poder trocar mensagens escritas com duas ou três pessoas, e só porque têm um telemóvel igual ao meu, senão nem isso...
É estranhamente libertador não estar sempre a olhar para o ecrã a ver se alguém me ligou, se recebi mensagens, se isto se aquilo. Mas faz-me falta falar, tagarelar e contar cusquices!
Na última semana questionei-me muitas vezes como é que algum dia consegui viver sem telemóvel, mas entretanto lembrei-me da paz, da liberdade de não estar sempre contactável e tive vontade de desligar toda a internet e ficar só com os meus livros, com a paz e o sossego.
É virtualmente impossível.
Construímos uma rede de comunicações de tal forma intrincada que já não há nada que se possa fazer sem internet. E bem sei que o meu isolamento idílico livre da www e de qualquer conectividade duraria no máximo dois dias! A seguir passava-me (ainda mais) dos carretos!


A ver quando o telemóvel volta!
Ontem já era tarde!

*
*




Sem comentários: