sexta-feira

The world's a better place when it's upside down!


Displaying fotografia.JPG



Quem passa no corredor acha que estamos só para ali com macaquices, malabarismos ou a andar num baloiço de gente crescida.
Não faz mal, é deixá-los achar. Eu sempre gostei de guardar segredos bons, de ficar com as pérolas para mim!
Estou tão apaixonada pelas aulas de Anti-gravity que por mim fazia todos os dias, e se pudesse, se tivesse dinheiro e espaço para isso, comprava um hammock e instalava-o em casa.

O esforço físico é tão localizado, tão complexo e por vezes tão doloroso que nos obriga a pensar SÓ naquilo, nas sequências de movimentos, na construção e na segurança - sim, continuo a não querer bater com a pinha no chão!
E depois a paz.
No fim da aula, balançar suavemente envolta num ninho de seda é uma das melhores sensações que alguma vez experimentei.

Mas quem passa no corredor, acha que estamos só a dormir uma soneca num lençol...
É deixá-los!


2 comentários:

gralha disse...

Gostava muito de experimentar. Será que se eu pendurar uns lençóis no ramo de uma árvore também resulta? (pelo sim, pelo não: como evitar bater com a pinha no chão?)

Ana. disse...

Ahahaha! Tem de ser um lençol grande e bom, gralha!!
No AG trabalha-se muito com o peso e equilíbrio do próprio corpo, todas as posições têm passos para serem construídas, de forma a que o tecido "prenda" o corpo usando o peso e a gravidade.
É giro e mais intuitivo do que parece!
A sensação e alívio, por exemplo para as costas e pescoço, é indescritível.
Se puderes, experimenta!
:)