sábado

Faltam 11 dias... Espera lá, 11 dias?!!

*

Cá em casa adoramos o Natal.
Eu sempre gostei, mas desde que estou com o Nuno, há meia vida, portanto, gosto ainda mais, porque sabe muito melhor fazer e celebrar estas coisas a dois. Fazemos a árvore, ou a pinheira, como se diz na minha terra, decoramos a casa, fazemos (mais) bolachas e começamos a afiar o dente para o bacalhau que, não sei bem porquê mas na noite de Natal tem um sabor diferente.

Este ano estou um bocadinho afogada em trabalho e espero acabar tudo o que tenho para acabar antes do Natal. Estou a começar a ficar exausta e ainda tenho um bom trecho do caminho pela frente.
Por isso, por um lado desejo que o Natal chegue rápido, por todos os motivos e mais um; por outro, quem me dera que ainda faltassem dois meses, para poder trabalhar devagar e dar descanso aos ombros.

A verdade é que não vi este ano passar.
E tenho a sensação que ando a dizer isto já de há uns anos para cá!
Sem me considerar de todo velha, nem pensar exageradamente na morte, isto fez sentido:





Lido num livro maravilhoso, que se chama O Homem de Lewis, do Peter May e que vai sair em breve, tradução aqui da Aninhas!

E para o livro sair, adivinhem?!
Vou trabalhar!

*
*



1 comentário:

gralha disse...

Então continuação de bom trabalho :)