quinta-feira

O País Envelhece

I would give anything to have a picture like this for my child......I miss you Mimi & Helen.....





Tirando uma ou outra notícia quando não há desgraças mais interessantes a relatar, ninguém fala com seriedade do facto de o nosso país ter cada vez menos jovens, cada vez menos bebés.
Ainda há quem tenha filhos, quem queira queira uma família, mas os dados não mentem. Sem ter grandes números presentes, a verdade é que estamos a envelhecer enquanto país, a renovação das gerações não se faz como antigamente, quando havia menos dinheiro, menos distrações, menos tudo, mas mais necessidade de braços para trabalhar.
Pela parte que me compete, também sou responsável por esta falta de renovação; não tenho filhos, não vou ter. Nunca achei que devia deixar descendência porque "é o que as pessoas costumam fazer", porque é essa "a ordem natural das coisas". É uma opção consciente, que não me retira o direito de ter uma velhice acompanhada e digna.
Mas se hoje trabalho para que a minha contribuição sirva para pagar (justamente) a quem já trabalhou ou a quem mais precisa, também é verdade que a segurança social já não funciona em estilo mealheiro - em que uma pessoa paga o que tem a pagar mas sabe que quando chegar a hora de se reformar terá apoio, uma compensação pelo tanto que trabalhou.
Sem gente nova para continuar a trabalhar, para manter este país vivo e ativo, quando chegar a minha hora de receber uma fração daquilo que paguei a vida toda, não vou ter um tostão.

O país não vai ter suficiente sangue novo, ideias novas.
Ficamos com quê?

*
*






Sem comentários: