quarta-feira

Happy B-day (ou de como hoje estou um bocadinho cínica...)




Bem, só queria dizer que hoje o Manoel de Oliveira faz 105 anos e, embora ache maravilhoso alguém chegar a esta idade com a lucidez e genica que ele tem - quem me dera a mim - nunca gostei dos filmes dele. Vi alguns até ao fim, mais por teimosia do que outra coisa, na esperança de achar neles algum sentido ou arte e não consegui!
E digo isto porque um dia destes o senhor fina-se - a bem dizer já não vai para novo - e quero antecipar-me aos previsíveis textos elogiosos e tristinhos porque o mundo da arte em particular e o resto do universo em geral ficaram mais pobres. Ficam. O senhor é claramente um visionário e a sua obra não está ao alcance da minha pobre e embrutecida mente!
Acho-lhe piada enquanto velhinho fofinho, mas não gosto do trabalho dele.
Provavelmente não serei a única, mas aposto que a legião de fãs vai sofrer um aumento exponencial quando o senhor se for.
É sempre assim.

*
*

4 comentários:

gralha disse...

Subscrevo na íntegra.

Naná disse...

Já eu não sei se gosto ou não... acreditas que nunca vi nenhum filme do senhor homónimo do meu avô (que completaria este ano 102 anos...)

Mas não vi e também não me apetece ver... estou farta de ouvir dizer que são uma seca tremenda... e eu ando numa de não perder tempo com coisas chatas...

Carla Isabel disse...

Olha eu subscrevo..e isto de fazer filmes deve fazer bem...olha lá a idade do senhor...

Amigo Imaginário disse...

Um dia fui ver um filme dele ao King e estava um crítico de cinema à nossa frente. Daqueles muito conhecidos. Tinha um bloquinho de notas na mão e tudo. Ressonou as 3 horas e tal inteirinhas. Não faço ideia do que terá escrito, mas como nunca li nenhuma crítica negativa...