terça-feira

Sem Ofensa aos Palhaços...



Eu sei que não tenho por hábito fazer análise política aqui, nem tão pouco vou conspurcar este espaço de elevadíssima qualidade com fotografias dos nossos governantes; também sei que já estou um pouco atrasada, mas pensei que com o passar dos dias me chegasse o entendimento daquilo que se passou nas últimas semanas entre pr e governo (sim, em minúsculas, que não me merecem mais)... pois, não chegou entendimento nenhum e continuo a achar isto tudo uma gigantesca, colossal, homérica palhaçada!
Digo honestamente que a única vantagem que encontro num governo de salvação nacional com a participação dos principais partidos políticos é a partilha de responsabilidades entre todos, logo, a impossibilidade de andarem a apontar o dedo uns aos outros, tipo putos chibos: Nhã-nhã-nhã-nhããã, quem fez merda foste tu!
Mas onde é que se admite que o pr ordene que se faça X, que os partidos se reúnam, façam ouvidos de mercador à recomendação presidencial e a seguir o pr venha dizer: Pronto, os meninos não querem X, então fazemos Y, que é a mesma merda que tínhamos antes. Acabem lá de brincar e para o ano logo se vê!
Onde é que isto se admite? Em Portugal, pois claro!

Isto é o quê? Uma grande palhaçada.
Que vergonha.

*
*







1 comentário:

Naná disse...

É mas é uma tremenda máfia!