sábado

Provehito in altum



Este ano está a ser rico em concertos.
Ontem não pude ir ver o James Morrison porque não tinha companhia, mas hoje vou ver estes tipos aqui em cima, cuja música me acompanha desde os tempos em que ainda eram quatro! Já lá vão uns aninhos.
Gosto de quase tudo o que eles fazem, gosto da maneira como abordam os temas mais polémicos, como apoiam causas verdadeiramente importantes e a maneira como o fazem, mostrando que a música pode ser um meio de intervenção e união. (Sim, já sei, pareço uma groupie a falar!!)

Sei que pode não ser para todos, mas para mim, os 30 Seconds to Mars não são apenas uma banda de rock mais ou menos alternativo, são uma banda completa onde os concertos, as músicas, as letras, os vídeos e as intervenções têm de facto um significado.

Isto tudo para dizer que estou com expectativas elevadíssimas. E estou cheia de medo que o concerto não me encha as medidas!
Mas juro que se o Jared Leto fizer crowd surfing até onde eu estiver, lhe puxo um pé e lhe espeto uma bela beijoca... na testa!!!!!

Amanhã conto como foi e pode ser que já tenha uma foto tirada por mim!


*
*



Sem comentários: