sexta-feira

O Trigo do Joio



Esta é uma lição aprendida a algum custo, com algumas lágrimas e desilusões, mas acho que me entrou finalmente na pinha e instalou-se naquele lugar da memória de onde as coisas não saem nunca mais: Eu só quero bem a quem me quer bem, só preciso de quem precisa de mim, só quero na minha vida quem me quer na sua.

E era isto.

*
*

4 comentários:

Naná disse...

Acho que todas nós aprendemos isso da pior maneira... mas quando percebemos, passada a raiva é como se nos tivessem levantado um véu dos olhos, não é?!

Ana. disse...

Eu não fico raivosa, naná, fico magoada. Mas sim, é como um véu que se levanta e passamos a ver com um pouco mais de clareza.
;)

Melissinha disse...

Eu preciso de ti! <3 <3 <3

Naná disse...

Eu fico raivosa, sim... por norma comigo mesma, por repetir o erro!