segunda-feira

Era o que faltava!



Acho cá uma piada a esta coisa de termos de ser nós, os contribuintes/consumidores, a inserir no portal das finanças as faturas que somos obrigados a pedir nos estabelecimentos!
Ora se temos de as pedir com número de contribuinte e os estabelecimentos têm o programinha que as finanças os obrigaram a comprar, por que diabo os nossos dados não são automaticamente transferidos para o banco de dados de faturação?
Acharão os senhores das finanças que o meu tempo é pouco valioso, para o desperdiçar a inserir faturas?
Não terão eles noção que esta transferência de obrigações é absolutamente idiota?
Se querem fiscalizar os estabelecimentos para ver se declaram tudo o que vendem ou não, é dar emprego a tanta gente que não o tem e pô-los a verificar estas cenas, em vez de despedir os funcionários públicos (outra medida maravilhosa para diminuir os encargos do estado, aumentando o desemprego e os subsídios a pagar, enfim...).
Agora, pedirem-me a mim, que já trabalho como uma mula e entrego um quarto de tudo o que ganho, para fazer o trabalho deles, ah, isso desculpem lá, mas não, não mesmo!

*
*


1 comentário:

Naná disse...

Ora bem!

No entanto, confesso que actualmente só peço factura nos estabelecimentos quando ouço a maldita pergunta: quer factura?!

Esta pergunta irrita-me mesmo! É que não é uma questão de querer... se todos passassem sem sequer fazerem a pergunta se calhar não tínhamos que implementar medidas estapafúrdias como estas que descreves...