terça-feira

E nem vale a pena falar do que isto faz à motivação de uma pessoa...



Uma das coisas que mais me custa neste momento de aperto que o país atravessa é a desvalorização do trabalho das pessoas. O empenho e qualidade do trabalho continuam a ser os mesmos, a vontade de trabalhar também, mas fazer o mesmo por menos é coisa para me deixar à beira da loucura...

Juro que entendo que haverá situações em que não é possível pagar X e se opta por pagar X-1, mas isto vai tudo dar ao mesmo. Se me baixam o rendimento, como é que querem que gaste mais, que invista na economia, que compre coisas, que visite lugares, que coma em restaurantes, que viva fora da minha casa?
Quando me baixam o valor que me pagam, estão a obrigar-me a baixar o valor que retribuo à economia nacional. Porque o preço das coisas não só não se mantém como aumenta, os impostos e contribuições que me obrigam a pagar seguem o mesmo caminho e é preciso pensar na vida, é preciso ponderar o gasto de cada tostão, tentar planear e precaver o futuro...

Eu não sou licenciada em economia, mas menos dinheiro significa menos investimento.
Cada vez há menos dinheiro nos nossos bolsos.
Não é este o caminho.
Será assim tão difícil de entender?

*
*

1 comentário:

Naná disse...

Eu também já não consigo manter a calma como antes...

Em certos dias já nem com um exercício de respirar 50 vezes a coisa vai lá...