quarta-feira

Boa Notícia... para mim!

Não sei se se recordam de dizer mal da minha vida porque os vizinhos aqui de trás tinham duas criancinhas que choravam e choravam e choravam, enquanto a mãe gritava e gritava e gritava?...
Há algum tempo que o pai andava, todos os dias à hora de almoço, para cima e para baixo com uns garrafões de água que enchia na torneira do condomínio, que fica na garagem. Mas não eram dois ou três, eram mais de dez, porque o homem fazia duas viagens e em cada mão levava três garrafões de cada vez...

Tudo neles cheirava a esturro.

Pois, os senhores foram-se embora! O que quer dizer que as criancinhas que choravam e choravam e choravam também se foram!
Agora só ouço o canto dos passarinhos!
E já não há ninguém a roubar água do prédio.
Entretanto, viemos a saber que os senhores deixaram três meses de renda por pagar, não tinham água porque a companhia cortou o fornecimento e desapareceram sem deixar sequer a chave ao senhorio...

Isto era a plaquinha que tinham colada na porta:



Não estou certa que o Cristo deles lhes ande a prestar grande serviço!... 

*
*

Hummm: Agora estremeço só de pensar quem será o inquilino que se segue! Nunca vi um apartamento com uma rotação tão veloz de ocupantes! E já merecia uns vizinhos decentes...

*
*

4 comentários:

Melissinha disse...

aaaahh, eram conterrâneos!

Ana. disse...

Como é que sabes?...

Melissinha disse...

hahahahahah

Melissinha disse...

WE´RE LOUD, BABY!