quinta-feira

...


Cada dia que passa tenho menos paciência.
Cada dia que passa estou menos tolerante.
Para comigo e para com os outros.
A minha capacidade de engolir sapos e fazer fretes está nos limites históricos. E às vezes apetece-me mesmo desatar a falar sem filtro. Ia perder muita gente, ia arranjar muita chatice, mas se calhar ficava mais leve.

Vou trabalhar.

*
*



1 comentário:

Naná disse...

Acho que todos andam "on edge" no que à tolerância diz respeito...