quinta-feira

Eu Sabia!



Como acontece no fim de todos os verões, fui cortar o cabelo. 
As pontas ficam mais secas com o sol e com a água salgada e como o cabelo me cresce que é uma coisa parva, corto-o mais ou menos de 3 em 3 meses, sendo que o corte de fim de verão é sacramental.

Vou há alguns anos à mesma cabeleireira. Foi difícil encontrar alguém que me conseguisse escadear o cabelo sem que ficasse a parecer que tinha um capacete no cimo da cabeça e três ou quatro cabelitos por baixo! Tenho muito cabelo, é grosso e bastante indisciplinado.
Desta vez, a boa da cabeleireira, uma rapariga mais ou menos da minha idade, toda despachada e que diz nunca ter visto uma mulher de 38 anos que nunca pintou o cabelo na vida,quis fazer-me uma "franjinha"...
Disse-lhe que não valia a pena, porque o remoinho que tenho na testa ia levantar a franja e lá se ia o corte.
- Não, não, vai ver que fica bem - insistiu.
Ora, como a bem dizer era ela que estava de tesoura e naifa na mão, disse-lhe que sim senhora, faça lá a franja.

Como explicá-lo? Tenho uma meia dúzia de cabelos cortados por cima das sobrancelhas, que quando esticadinhos pelas mãos experientes da Anabela formaram uma franjinha toda catita.
Agora, depois de lavado e seco por mim, o cabelo está mais ao meu jeito, gosto mais. Mas a franja... Bem, a franja faz inveja ao próprio Tintin! 

4 comentários:

Naná disse...

Ahahahahahah... desculpa estar a rir-me de desgraça alheia, mas já dei uma boas gargalhadas com esta tua comparação com a poupa do Tintin!

Franja comigo nunca! E eu tenho o cabelo liso.
A minha cabeleireira nem mo sugere, porque ela percebe que iria ficar horrivelmente com cara de bolacha!

Melissinha disse...

quero ver.

Ana. disse...

Não queres não!!

Princesa Tagarela disse...

Tira fotografia e deixa-me ver.....vá láaaaaaaaaaaaaaaaa!!! ;)