terça-feira

Do Contra



Eu sou um bocadinho resistente às modas.

Quando toda a gente fala do mesmo filme, não me apetece vê-lo na altura. Quando toda a gente lê o mesmo livro, prefiro deixar para depois. Isto porque gosto de avaliar as coisas pela minha cabeça, sem me deixar influenciar pela opinião dos outros e, quer queiramos, quer não, quando toda a gente diz que o filme X é imperdível, já vamos para o cinema condicionados.

Foi o que me aconteceu quase há 20 anos, quando saiu A Lista de Schindler. Na altura, ainda estava a tirar Inglês-Alemão e o filme foi um verdadeiro advento para o pessoal do curso. Todos amavam, todos diziam que era o melhor filme de sempre; todo o país andava maravilhado com o filme.
Fui vê-lo ao cinema nessa altura. E posso dizer que gostei. Mas não amei. Não achei que fosse motivo para gerar tanto burburinho.
Agora estou com vontade de o rever; porque sou outra, o mundo é outro e já não me sinto condicionada. Além de que, um dos meus actores favoritos da actualidade é precisamento o Liam Neeson.

Passei recentemente pelo mesmo tipo de renitência em relação ao Zafón.
As minhas amigas andavam (andam) todas malucas com os livros do nuestro hermano e, apesar de ter começado a ler o Marina, emprestei-o sem o acabar, por isso não conhecia a obra dele.

Sem querer influenciar ninguém (!!), tenho agora de dizer que A Sombra do Vento foi sem dúvida um dos melhores livros que já li. (Embora ainda não queira ter um filho dele, tá Mel?!!)

Desta vez, as opiniões não eram infundadas nem a minha expectativa saiu defraudada.

O que mais terei andado a perder por causa da mania de ser diferente?!




*
*


4 comentários:

Naná disse...

Eu também sou propensa ao pressuposto de que "quando a esmola é grande o pobre desconfia" e por isso sou avessa a ir em cantigas de que "ah e tal é espectacular". Nisso sou como tu!

Quanto ao Zafón terminei ontem e fiquei absolutamente zafonizada! Um livro sem precedentes para mim.
No entanto, confesso que não é o primeiro escritor espanhol a surpreender-me assim desta maneira! Sucedeu-me o mesmo com a Carmen Posadas, se bem que numa escala um pouco menor.

Melissinha disse...

Sou igual. Ou leio o livro antes de todo mundo ou bem depois. Nada de carneiragens, sou muito contra-cultura, eu :P

Com filmes, não, com filmes vou atrás de todo mundo.

Melissinha disse...

Ando para ler Carmen Posadas há uma década.

Naná disse...

Melissinha, pois eu já li Carmen Posadas - o Cinco Moscas Azuis - há mais de uma década... (credo!) e ainda me falta ler o Pequenas Infâmias que está na minha lista de livros desde então!