quinta-feira

Uma Dúvida Como Outra Qualquer


Nunca percebi muito bem aquela coisa dos textos agendados.

Já sei que há pessoas que escrevem textos a metro, saem logo três ou quatro de uma fornada e pode não fazer sentido publicá-los todos de uma vez. Mas "fazer" textos com obrigação porque se vai de férias uma semana para aqui ou para acolá e não se sabe se vai haver net, parece-me uma coisa pouco espontânea; como se isto de ter um blogue fosse como ter um emprego em que se tem de picar o ponto todos os dias.
Sob pena de quê? De deixar de ter visitantes durante os dias de férias?
Qual é o problema?

Só posso falar por mim, mas a criação de um blogue serve fundamentalmente para reunir num mesmo sítio as coisas que antes escrevia em cadernos e pedaços de papel.

Claro que a troca de ideias é muito boa, e salutar, além de que ter um espaço virtual já me granjeou alguns amigos. Mas encaro este blogue como uma terapia, uma coisa minha que vai funcionando ao ritmo próprio da minha vontade e/ou disponibilidade, nunca por obrigação...

Mas isso sou só eu aqui a pensar...

*

*

4 comentários:

Melissinha disse...

Ó pá mas e quando tens assim um rasgo de criatividade nocturno e arranjas fotos não de dois, não de três, mas de CINCO sapatos? OMG!

Tens de agendar, que é para os ávidos seguidores apreciarem o rasgo de criatividade paulatinamente.

:)

Naná disse...

Estou plenamente de acordo contigo Ana!
Há dias em que até tinha um assunto para falar no blog, mas a criatividade está em baixo e acabo por nem o fazer...
Acho que a escrita deve ser espontânea e não uma produção em série. Pergunto-me se isso não será um tanto impessoal e desprovido de "sentimento"...!??

Princesa Tagarela disse...

...e pensas bem...sim senhor :D

Ana C. disse...

Não consigo agendar nada na minha vida, nem posts. Se tenho vontade escrevo, se não tenho não consigo e lá fica o dia em branco...