quarta-feira

Cadáveres em Decomposição e Potenciais Etarras!

Imagem tirada da Net



O meu prédio fica numa zona agradável, tem um aspecto agradável e os meus vizinhos são quase todos casais jovens também eles de aspecto agradável. (Simpáticos ou não, isso já é outra conversa.)As senhoras da limpeza vêm duas vezes por semana e fazem o seu trabalho agradavelmente.

A escolha da palavra (agradável) não é ocasional.
É que não há nada de luxuoso ou opulento no meu prédio, mas também não é nenhum buraco; por isso, o saldo é... pois, adivinharam: agradável.

Há três ou quatro dias apoderou-se do átrio do meu andar um cheiro pútrido que me deixa doida de cada vez que ponho um pé fora de casa!
É qualquer coisa entre o peixe podre e um caso grave de flatulência aromática!

Nada agradável, portanto!

Descartadas todas as possibilidades, ninguém me convence que não vive entre nós um Hannibal Lecter e que num destes apartamentos não há um cadáver em avançado estado de decomposição!

A sorte dele é que não há CSI Braga, senão estava feito ao bife.
Era haver um Horacio Cane nesta cidade, a ver se o pivete não metia pernas a caminho!

Entretanto, cada vez que saio de casa, subo o lenço ou cachecol, de modo a tapar o nariz e inspirar não o pivete, mas um agradável perfume. (Desta vez o agradável devia ser substuído por delicioso, maravilhoso ou qualquer outro adjectivo terminado em oso, mas a bem da coerência lá fica agradável!!)

E um dia destes ainda me confundem com uma etarra!


*

*

Sem comentários: