quinta-feira

Viagens à Terra dos Outros!



Já muito atrasada (estive quase em cura de desintoxicação de computadorite aguda!), venho responder ao desafio da Joanissima a respeito das viagens...

Para mim, viajar é a melhor maneira de lavar a alma, de abrir a cabeça para outras cores, outros cheiros, outros sons. Não há nada que me agrade mais que ir a um lugar que não conheço e "sentir" a pulsação da terra, das pessoas, dos hábitos.
Acho imensa piada, por exemplo, aos mercados. Às bibliotecas. Ao metro em hora de ponta. Porque é nestes lugares que se vê as pessoas a viverem a sua terra.

Assim sendo, e voltando ao desafio, tenho de enumerar três locais que já visitei e três que gostaria de visitar...

Resta afirmar que ainda não fiz uma centésima parte das viagens que gostaria de ter feito, mas estamos a bom ritmo para lá chegar!!

Então, as três viagens que escolho são:

Ilha do Sal - Cabo Verde - A água é quentinha como chá, a comida é boa, as pessoas simpáticas. Tem um bocadinho de vento a mais para o meu gosto. Mas passei lá dez dias deliciosos! As cores da terra são fabulosoas, o pôr-do-sol é lindo e o cheiro é indiscrítivel...

Barcelona - Ia viver para Barcelona sem pensar duas vezes. Nunca fui uma pessoa de terras pequenas, gostava de viver numa cidade ampla, com grandes avenidas, com gente bonita, com arte e movimento, com coisas novas a cada esquina e com mar... Braga enche-me em grande parte as medidas, mas não cumpre estes requisitos todos.
Quando cheguei a Barcelona fiquei absolutamente à vontade, achei que estava em casa, que tinha descoberto a minha terra e movimentei-me com tanta facilidade - é uma cidade muito fácil de entender - que parecia que já lá tinha estado centenas de vezes. Só não dei com o mar à primeira, mas isso é outra história!!
Quando tive que me vir embora, vim verdadeiramente com o coração pesado. Até eu, que gosto de regressar a casa, queria lá ficar a viver.

Maiorca - Foi o destino de férias deste ano e as recordações ainda estão recentes. Foi boa vida até mais não. Do hotel para a praia, onde passávamos horas dentro de água - mais quente que a de Cabo Verde! - a boiar em cima de colchões, com os pés de molho... os peixinhos a nadar por baixo de nós... a canseira de virar ora de costas ora de barriga...!
A cidade de Palma de Maiorca é linda e toda a ilha, apesar de não ser muito grande, é de uma riqueza cultural espantosa e como não tivemos tempo de conhecer tudo, fica para a próxima, porque sei que vou lá voltar!

Agora três locais onde gostava de ir:

Nova Zelândia - Já falei disto e jamais desistirei de lá passar um mês, a encher os olhos e o coração dos cheiros, sons e cores que aquela terra deve ter.

Islândia - Quero porque quero tomar banho naquelas piscinas naturais no meio da neve!
É a minha ideia de eco-turismo e adorava descobrir aquela terra quase inóspita e a maneira como as pessoas lá vivem. Está para breve!

Road-trip pelos Estados Unidos - porque parolices americanas à parte, aquele é um grande continente. Adorava poder pegar num bom carro, começar em Nova Iorque e acabar em Los Angeles. E já agora ia dar um saltinho ao Alaska!! Adorava passar um início de Primavera por aquelas bandas. Precisava de tempo e muiiito dinheiro para fazer isto decentemente, mas a culpa é do Jack Kerouac, que me deu a ideia!!

E pronto, ficam a faltar os paraísos tropicais do Pacífico e do Índico; os países da Escandinávia e algumas capitais europeias...
Opções não me faltam, falta-me é o resto!!


Adenda - Um dia falo das viagens na minha terra, já que Portugal ficou de fora deste rol, mas propositadamente, porque merece um texto só seu!
*
*

Sem comentários: