quinta-feira

No Último Dia

Imagem tirada da Net



Eu sou daquelas pessoas que quando tem de pagar alguma coisa ao estado (nem merece a maiúscula que se impunha), espera pelo último dia do prazo, de preferência lá por volta das onze da noite, para fazer o pagamento.

É que já DOU 20% do meu trabalho para o erário público (sim, sim, um quinto de tudo o que faço - que isto de ser trabalhadora independente é muito lindo, muito lindo, mas tem muito que se lhe diga), pago Segurança Social (Segu... quê?), faço pagamentos por conta (e vá lá que este ano não paguei IRS); não queriam mais nada que era ter o meu rico dinheirinho a render nos cofres do estado! Nem um segundo a mais do que o estritamente necessário.

Por isso, habituei-me a pagar tudo no último dia.
O condomínio? No último dia.
O seguro da casa? No último dia.
O seguro do carro? No último dia.

Depois fico muito zangada quando eles me enviam segundos avisos de pagamento.
Mas afinal por quem me tomam?
Por alguma caloteira, não?!

*
*

4 comentários:

Miguel disse...

Tens muita razão!! E principalmente sendo trabalhadora independente (recibo verde?) uma vez que não tens direito a coisa nenhuma!!
A LUTA CONTINUA!!!

Naná disse...

E fazes tu muito bem!Eu também sou dessas!

Ana. disse...

Meninos:
Mai nada!!

;)

Banita disse...

Cá em casa é ao contrário: mal chega a conta, é para ir pagar logo,aliás, saem todas logo da conta para não haver esquecimentos nem chatices, principalmente morando no estrangeiro, é uma preocupação mensal a menos! ;)