sexta-feira

O mundo inteiro...






Ando lamechas.
Mais lamechas que o valha-me Deus, e depois leio frases destas e fico a pensar nelas.
Gostava muito de saber escrever estas coisas que me parecem saídas do coração.
Mas já fico feliz por poder atribuir-lhes um significado e por saber sentir as palavras.

"O mundo inteiro cabe numa semente, tal como a vida de um homem cabe numa noite de amor. Noites que mudam a vida para sempre, quando um homem se deixa encontrar na mulher que o escolheu."

Mais uma vez saído de um livro de Margarida Rebelo Pinto,
que apesar da atitude armada ao pingarelho
e , ah e tal eu é que percebo de homens e de relações amorosas e escrevo como ninguém
- as if -
de vez em quando lá se sai com meia dúzia de palavras que fazem sentido.
Pelo menos para mim, que sou lamechas!


*
*

Sem comentários: