sábado

Quem Vale Realmente a Pena




Ontem, já tarde, ou hoje, ainda cedo, depende da perspectiva, tive uma conversa interessante com uma amiga, sobre como a amizade é uma coisa simples e como só as pessoas que realmente importam se vão mantendo na nossa vida.
As restantes passam por nós, algumas até deixam a sua marca, boa ou má - que estas coisas dos afectos são como as farmácias, há de tudo - mas acabam por não permanecer. E nem sequer nos fazem falta.
Pode até parecer um tanto cruel, ou snob, dizer que há pessoas que já considerámos amigas e que entretanto deixaram de nos fazer falta, mas é assim mesmo e é essa a simplicidade da amizade.
São as personalidades, os interesses, as circunstâncias ou as vidas que não são iguais, que tomam rumos diferentes e que fazem com que as pessoas passem simplesmente pelas vidas umas das outras.
Para mim é um facto claríssimo. Não me causa qualquer espécie nem me choca!

Por isso continuo a dizer o que já disse muitas vezes: na nossa vida, só vai ficando quem vale realmente a pena. O importante é saber distinguir umas pessoas das outras.

Tenho uma amiga fabulosa há mais de vinte anos. Conheço a minha melhor amiga há oito ou nove. Tenho conhecidos e colegas que se transformaram em bons amigos.
Todos são importantes. Quero-os a todos na minha vida.
Para rir, para chorar, para beber uns copos, para tudo e para nada.

Os outros, nem por isso.

Ontem à noite éramos oito.
E para dizer a verdade, só lá faltava uma pessoa, que não está fisicamente perto de nós, mas que também permanece.

O resto vai passando. E está bem assim.

6 comentários:

Princesa Tagarela disse...

...mais de vinte...e, fabulosa é a sensação da certeza de nunca estarmos "sós"...independentemente do rumo que se decida seguir...

Somos, na teoria e na prática, a prova de que existem...

AMIGASPARASEMPRE!!!!

Ps: "Para tudo e para nada"

ZapporssoN_81 disse...

Deixaste-me a pensar...

Joanissima disse...

: )


Tão lindo este teu texto. E tão em sintonia comigo, com a minha realidade... : )

Ana. disse...

Princesa
Tu mais que ninguém sabes de fonte segura que isto é verdade... porque encontros e desencontros à parte, continuas a ser uma dádiva na minha vida e é impossível fazer a contabilidade dos meus afectos sem te incluir em mais do que uma categoria!
;)

Ana. disse...

ZapporssoN_81

E isso é bom ou nem por isso?!!
;)

Ana. disse...

Querida Joanissima,

Não sei como, nem porquê, mas a nossa sintonia reconforta-me.
Isto é engraçado. Saber que não sinto as coisas sozinha.
Beijos!

;)