sábado

É de Leão!




Se conseguires passar uma tarde perfeitamente inútil
de uma forma perfeitamente inútil, aprendeste a viver.

Lin Yutang

Pois, foi isto mesmo que tentei fazer hoje.

Os últimos dias têm sido tão cheios de surpresas que não tenho conseguido saborear o sol, o céu azul e os sorrisos.
Parece que as pessoas que me rodeiam têm nuvens negras a ensombrar-lhes os dias e questiono-me se a tristeza naqueles que mais amamos não nos castiga mais do que a nossa própria angústia.

Os que melhor me conhecem sabem que consigo encontrar um lado positivo em tudo. Acredito piamente que por grande que seja o percalço, há sempre um aspecto redentor, alguma coisa a aprender, uma lição valiosa a retirar. Se o dia de hoje não foi grande coisa, amanhã será certamente melhor. O positivismo é quase uma religião para mim.
E funciona! Tenho provas.
Ninguém me convence do contrário, que eu sou Leão e por isso muito obstinada (que é a maneira elegante de dizer: teimosa como uma mula!).

Por isso, enquanto tiver esta capacidade de acreditar que o meu sol vai brilhar amanhã com mais intensidade ainda, que amanhã vou ser ainda mais feliz e que todas as coisas boas que me acontecerem amanhã são inteiramente merecidas, fico feliz e dou a tarde por bem empregue!

Alguns podem dizer que sou egoísta. Verdade. Mas quanto mais feliz EU estiver, mais felicidade posso oferecer àqueles que me rodeiam. O verdadeiro Leão também é um mãos largas!

Posto isto, vou tentar aprender a viver mais um bocadinho.

A seguir a uma tarde passada de forma perfeitamente inútil, o que é que vem mesmo a calhar?
Uma noite igualmente inútil!

And guess what?
Tenho um Cadbury de caramelo a gritar por mim! Já o oiço daqui:
-Anda, anda comer-me! Preciso de uma trinca!*




*Ambas as exclamações davam pano para mangas noutros contextos! Talvez um destes dias regresse a elas!
*
*

Sem comentários: